O núcleo de Pratica Florense Regional do Cariri com sede em Juazeiro do Norte-CE informou no final desta manhã que  um total de cinco corpos deu entrada da noite de sábado a manhã hoje (30) para a realização de exame cadavérico. Foram três vítimas de homicídios duas à bala, uma em Barro e outra na cidade do Crato e um a pedradas ou paulada em Juazeiro do Norte, um acidente de trânsito em Ouricuri-PE em que a vítima foi socorrida para o hospital Santo Antonio de Barbalha onde faleceu e uma provável morte por coma alcoólica em Juazeiro.

Na noite de sábado chegou o corpo do ex-presidiário Reginaldo Vieira de Souza, de 30 anos, o Nanã como era mais conhecido, assassinado com um tiro no peito no centro de Barro. No Domingos três corpos deram entrada, o do pintor de 22 anos, Wendel Pereira Batista, assassinado com três disparos de arma de fogo  por volta das 02h40min na Rua José Macário de Brito,  no bairro Parque Granjeiro em Crato. Em seguida chegou o de Francisco Pereira Dias, de 32 anos, encontrado morto por volta das 09h30, no interior da casa onde morava na Rua Antonio Cândido de Araújo, Bairro Três Marias, em Juazeiro do Norte, vítima possivelmente de coma alcoólica e depois deu entrada o corpo de Rafael Bernardo do Nascimento, de 69 anos, vítima de um acidente de trânsito em Ouricuri (PE) e socorrido para o Hospital Santo Antonio de Barbalha, onde morreu.

Na manhã desta segunda-feira,  deu encontrada corpo do agricultor Ângelo Rocanelli Pereira Sobreira, 47 anos, que residia na rua São Cândido, 367, Bairro Salesianos em Juazeiro. Ele estava desaparecido desde a última sexta-feira(27) quando saiu para o Juaforró e foi localizado morto com o rosto deformado a pedradas e pauladas por volta das 07 horas de ontem (30) por populares  na Rua Padre Silvino Moreira, bairro Limoeiro em Juazeiro, trajando  apenas uma camisa de cor azul, e ao lado do corpo estavam sua cueca e uma calça jeans, um pedaço de pau e uma pedra sujos de sangue, possivelmente usados no crime. A autoria do crime é desconhecida. Inquérito foi aberto na 20ª DRPC para apurar o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui